menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Clarissa Macedo
-Elsimar Pondé
-Emanoel Freitas
-Hugo Navarro
-Lana Mattos
-Luís Pimentel
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandro Penelú
-Silvério Duque
 
 
 
2º ENCONTRO NACIONAL DE GRAFFITE EM FEIRA

Feira volta a ser palco de encontro de uma das manifestações artísticas mais popular da atualidade

Publicado em: 25/09/2014 - 09:09:50

    Depois da bem sucedida edição inaugural do Encontro de Graffiti de Feira de Santana em maio  de 2012, Graffiteiros, B-boys, MC´s e outros artistas estão de volta para realizar e consolidar na agenda cultural do Portal do Sertão o maior evento artístico do gênero. O Encontro de Graffiti de Feira de Santana acontecerá entre os dias 25 e 28 deste mês no MAC, na UEFS e no Colégio José Ferreira Pinto (Feira VI) e visa reunir não somente a efervecência artística local, mas também promover intercâmbio e o diálogo com a produção nacional do campo das artes plásticas e de rua, associando os já tradicionais mutirões de Graffiti (pinturas coletivas em áreas comunitárias) a outras iniciativas como mesas de debates, workshops e apresentações musicais durante toda programação do evento.

    O que é o Graffiti?
    Desde do surgimento do Graffiti, arte típica dos grandes centros urbanos, que a sua maior e principal interface é a rua, ou melhor, os muros! Os encontros de graffiti, cada um a sua medida, vêm para afirmar esse lugar da arte como palco principal do colorido das cidades, na dura batalha contra o cinza e toda a poluição visual que nos bombardeiam muros afora.
    Aqui em Feira de Santana, desde meados de 2008, que o graffiti tem criado tradição. Hoje além da mancha de concreto no Portal do Sertão, existem marcas e tintas por toda parte, aqui ali em muros, ruas, orelhões, caixas telefônicas. Os maiores nomes como “Kbça”, “Che”, “Magrello Graffiti”, “Coelho” “Don Guto”, “Rael Max”, “M. JR”, “Zuretta”, “GOT”, “BAL”, “Pipino”entre outros, muitos deles compondo a H2F – Associação Hip Hop de Feira de Santana.
    Toda essa trajetória foi celebrada em 2012 no 1º Encontro de Graffiti de Feira de Santana, que abriu  as portas do Brasil para a arte urbana baiana, e começou também o intercâmbio, a troca típica entre os artistas feirenses e os demais do nordeste e do resto do país. As calçadas da Rua Salmo 23 ficaram estreitas, todos se amontoavam para ver os muros da Escola Uyara Portugal ganharem novas cores e vida pelas mãos dos Graffiteiros.
    Esse ano o desafio é outro. Vamos cobrir mais e 400m de muro de 25 a 28 de Setembro, no Colégio Ferreira Pinto, Feira VI. Queremos consolidar o 2º GFSA como um evento da agenda cultural de Feira de Santana e Região. Trazer para o evento a referência de um Encontro que promove a exposição não só feirense, mas também do Portal do Sertão e de todo o Recôncavo da Bahia, um grande pólo com potencial de expansão da arte urbana, em especial da arte dos muros, o Graffiti.
    Assim além de celebrarmos essa ebulição de sprays, iremos promover mesas de debates e workshops, e também programação musical.
    Muito se fala do incentivo à cultura, mas pouco se discute o papel que o artista local tem nesse incentivo à cultura. A idéia de que os pólos culturais estão apenas situados nas capitais fecham os olhos da mídia e do público para à produção cultural que borbulha nos interiores do nosso estado da Bahia e porque não dizer do nosso Brasil inteiro. Aqui se produz de janeiro a janeiro muita coisa, mas infelizmente muitas vezes a produção é custeada pelos próprios artistas, e quando as condições não ajudam muito é mais fácil o artista abandonar as ruas. Mas na insistência e resistência do dia-a-dia é que fazemos arte, e por isso a realização desse 2º Encontro de Graffiti de Feira e Santana é uma conquista e uma mensagem para os que ainda criminalizam nosso trabalho: “A Arte está na Rua!”
    Apesar da recente prática do Graffiti em Feira e Região, a arte já tem muitos adeptos, fruto do interesse que provoca nos seus admiradores, fazendo daqueles que se apaixonam, mais um praticante da arte de rua. Fazer o bem cultural local circular entre seus conterrâneos, além de aumentar a relevância da produção amplia o reconhecimento e a possibilidade de trabalho para os artistas, que trabalham com estampas de roupa, telas, ilustração e hoje são requisitados até para compor ambientes de decoração, como foi o caso da edição da Casa Cor de Feira de Santana de 2013, que em um dos ambientes do seu showroom contou com a presença inconfundível do traço de Kbça.
    Fazer Graffiti é também a luta pela construção de um ambiente urbano mais agradável, menos visualmente poluído, mais humano. O incentivo e o crescimento da produção desta arte tem uma relevância muito grande para a proposta de uma cidade menos indiferente com aqueles que vivem nela. Nos muros se encontram, além de anúncios, cores, paisagens, reflexões, mensagens de força, luz, novas idéias. Isso é o Graffiti. A arte que pulsa e ilumina os muros das cidades, humanizando.

Maiores Informações :
(75) 9208 1387 (KBÇA)
(75) 9167 0305 (CHARLES)
 
CONFIRAM A PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

AUTORIA: Release da Produção do Evento



ELI OLIVEIRA - FEIRA PERDE MAIS UM DE SEUS ÍCONES

Professora Eli Oliveira, referência na educação e na vida artística da cidade faleceu na madrugada da última terça-feira (16-09)

Publicado em: 21/09/2014 - 00:09:21

    Professora Eli Oliveira, esposa de Dr. Erval Oliveira (Médico Pediatra em Feira, um pioneiro na especialidade), mãe de Angela Oliveira (falecidos) e de Luiz Augusto Oliveira, Diretor da Eart, é sem dúvida um ícone nos universos da educação e da cultura de Feira de Santana, tendo sido professora nos, Colégio Estadual e Colégio Gastão Guimarães, durante toda sua vida laboral até sua aposentadoria, onde deixou marcas de sua dedicação e competência como mestra e educadora, tendo passado por sua sala de aula, grandes e importantes intelectuais, como por exemplo: Roberval Pereyr, Dionorina, J. Sobrinho, Aelson da Mata e muitos outros feirenses ilustres.
    Na vida cultural de Feira de Santana, a Professora Eli Oliveira se destacou como intérprete de canções populares da época e, especialmente, interpretando peças da poetisa Georgina Erisman (autora do hino a Feira). Recentemente, em 09 de novembro de 2011, rememorando os antigos recitais que aconteciam nas residências dos amantes da arte e intelectuais de então, onde era comum a participação da Professora Eli, foi montado por Luiz Augusto Oliveira, e apresentado no Teatro Ângela Oliveira, no Centro de Cultura Maestro Miro, o espetáculo "Noites Feirenses", onde ao lado de seu filho que apresentou o espetáculo, sua neta, Manuela e bisneta, Catarina, a Professora Eli cantou, declamou e relembrou momentos ricos de nossa cultura, em um evento de música e dança, memorável.
    Importante também foi a participação e o apoio da Professora Eli, à sua filha Ângela Oliveira quando esta fundou em Feira a Eart proporcionando aos jovens feirenses o ingresso no mundo da dança, o que aliás, hoje, Feira de Santana é um destaque, e muito se deve ao espírito pioneiro que impulsionou o crescimento desta manifestação artística em nossa cidade.
    É certo que os mais jovens não conhecem a Professora Eli Oliveira, mais os frutos do seu trabalho como educadora e artista está entre nós, proliferando, pois, muitos daquele que com ela aprenderam, e muitos que ela inspirou, como a sua própria família e alguns dos artistas e intelectuais que citamos anteriormente, têm feito escola e seguidores. Sem dúvida, além da Eart, de seus descendentes, como os exemplo de Manuela e Catarina, o legado e a inspiração de Eli Oliveira vivem dentro do seio da sociedade feirense, e ainda que não possa ser visto, prolifera e nos enriquece.
    O Viva Feira não poderia deixar de prestar esta homenagem a Eli Oliveira, e afirmar que em breve na parte histórica da cidade, dentro do site irá preparar uma pagina para que a memória de Professora Eli, possa ser relembrada por todos os feirenses, e gerações futuras.
    Realizamos através da lente competente de nosso colaborador e amigo, Beto Souza, um registro com 488 fotos do show ocorrido em 09-11-2011, e publicamos na ocasião, infelizmente fomos "raqueados"(invasão no site por pessoas mal intencionadas), há um ano, e ainda não conseguimos restaurar todas as páginas, por isso mesmo, vamos publicar a seguir os quatro álbuns que compõe a cobertura do "Noites Feirenses", como uma pequena homenagem a Professora Eli Oliveira. Confiram as fotos:

AUTORIA: Viva Feira

Eli Oliveira e as "Noites Feirenses" Álbum 1
Eli Oliveira e as "Noites Feirenses" Álbum 2
Eli Oliveira e as "Noites Feirenses" Álbum 3
Eli Oliveira e as "Noites Feirenses" Álbum 4
Eli Oliveira e as "Noites Feirenses" Álbum 5


ATIVIDADES DA ALAFS PARA O MÊS DE SETEMBRO

No mês da Feira do Livro a Academia de Letras e Artes de Feira de Santana promoverá várias atividades artísticas e literárias

Publicado em: 15/09/2014 - 01:09:42

    A ativa e dinâmica Academia de Letras e Artes de Feira de Santana divulgou recentemente as atividades apoiadas e promovidas pela entida para o mês de setembro em curso, quando também participará ativamente da Feira do Livro como vem fazendo desde a primeira edição do Festival Cultural de Feira.
    A contribuição da ALAFS para cultura e produção artística de Feira de Santana é sem dúvida inestimável. é uma instituição que não apenas participa de eventos, mas que promove atividades da maior importância, e está sempre voltada para produção literária e artística de nossa cidade, sempre em processo de valorização do que aqui se produz. Confiram as atividades que a ALAFs convidou não apenas a imprensa feirense a participar, mas também toda população:
    - A Exposição "Encantos da Feira", aproveitando as comemorações do aniversário de emancipação do município de Feira de Santana - 181 anos, Os expositores são artistas plásticos da ALAFS e uma mostra de fotos da Feira antiga, prédios, que foram "destruídos" que hoje dão lugar a estacionamentos, edifícios, condomínios, etc. que ocorrerá no dia 16 de setembro (terça-feira) às 16 horas, no "Parque do Saber Dr. Dival Pitombo".
    - No dia 18 setembro, "Dia da Emancipação da Cidade", haverá uma palestra proferida pelo membro da ALAFS e pesquisador da história de Feira de Santana e suas personalidades, tendo grande destaque sua pesquisa sobre Georgina Erisman, Carlos Mello, na Câmara Municipal, às 16 horas.
    - Ainda no mês de setembro estará sendo lançado o livro: "Administradores Estaduais da Educação" de autoria da Professora, Escritora, Pesquisadora e Presidente da Alafs, Lélia Vitor Fernandes de Oliveira, prefaciado pelo acadêmico Dr. Edivaldo Boaventura e posfaciado pelo também acadêmico Prof. José Raimundo Pereira de Azevêdo. É uma obra biográfica, onde foi registrado as biografias dos delegados escolares, coordenadores, superintendentes e diretores da DIREC-02 (hoje), no dia 25 de setembro, às 17 horas, na 7ª Feira do Livro, na Praça João Barbosa (Praça do Fórum).
    Na Feira do Livro a ALAFS mantém um estande com publicações patrocinadas e apoiadas pela Academia, visitem e conheçam o trabalho destes intelectuais feirenses liderado por professora Lélia Vitor Fernandes de Oliveira.

AUTORIA: Viva Feira



FeirARTE: EXPRESSÕES URBANAS

Mais um sarau será realizado no Museu de Arte Contemporânea

Publicado em: 10/09/2014 - 17:09:59

    O Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (Mac Feira) integrando as atividades da 8ª Primavera dos Museus promoverá entre os dias 25 e 26 de setembro o FeirARTE: expressões urbanas, evento pioneiro na cidade que pretende celebrar a arte de rua em todas as suas vertentes.
    Multiplicidades de idéias, ações, conceitos e cores pulsaram no evento. Rap, Beat Box, Grafite, Break Dance e diversos outros elementos e formas que compõem a arte urbana, geralmente marginalizada e excluída do contexto de espaços de arte tradicional, ganharão vez e voz no Mac Feira.
    O evento contará com a exposição de esculturas e telas dos artistas Kbça Grafitti, Márcio Punk, Chacal, Gabriel Ferreira, Gugui Martinez e Don Guto; lançamento do livro Antologia Poética Cidade, do Coletivo Diabo A4; apresentação de Hip Hop e Street Dance com o Grupo H2F; oficinas de arte e a mostra de vídeos e palestras com grupo de pesquisa TRACEjando por Feira de Santana: pulsões expressivas (TRACE), do Departamento de Educação e Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).
    O coquetel de abertura do evento ocorrerá às 20h do dia 25 de setembro. O Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (Mac Feira), fica localizado à Rua Geminiano Costa, n° 255, no centro de Feira de Santana.

AUTORIA: Release FeirARTE



CAVALGADA FEMININA INTEGRA FEIRA E ANGUERA

4ª Cavalgada feminina

Publicado em: 27/08/2014 - 18:08:27

    Na Manhã de hoje (27) teve inicio a 4ª cavalgada feminina, que partiu da fazenda Boa Esperança em Anguera, com chegada na Fazenda Santa Rosa –Distrito de Ipuaçu cavalgada essa que integra os polos agropecuários da nossa região.
    Hoje à noite a cavalgada contará com os shows de Xoxó Thai, Mazinho Venturine, Sela Mineira, Oliveira dos Teclados, Forró com Mel e Pegada Sertaneja, artistas que cantam a vida do povo sertanejo. A cavalgada terá continuidade amanhã.

 

AUTORIA: Viva Feira



DOMINGO TEM A 15ª CAMINHADA DO FOLCLORE DE FEIRA DE SANTANA

Mais de 80 grupos de Feira de Santana e outras cidades baianas já estão inscritos para a Caminhada.

Publicado em: 20/08/2014 - 15:08:18

    A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), por meio do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) realiza no próximo domingo (24) a 15ª Caminhada do Folclore. O evento tem como objetivo valorizar e preservar as manifestações culturais populares.
    O cortejo, com previsão de participação de quase 5 mil pessoas, sai às 8 horas, do Centro de Cultura Amélio Amorim, no  bairro Capuchinhos, e segue pela avenida Getúlio Vargas.
    O trajeto tem aproximadamente dois quilômetros. Mais de 80 grupos de Feira de Santana e outras cidades baianas já estão inscritos para a Caminhada com o propósito de divulgar a cultura de raiz. Eles vão apresentar capoeira regional e angola, quadrilha, literatura de cordel, samba de roda, bumba meu boi, afoxé, samba e reisado, entre outras linguagens.
    A Caminhada do Folclore de Feira de Santana está inserida no Guia de Bens Culturais do Brasil e marca também o encerramento das comemorações da Semana do Folclore.
    As Secretarias Municipais de Cultura, Esporte e Lazer, Educação e Transporte e Trânsito também apoiam o evento.
    Outras informações sobre o evento podem ser obtidas através dos telefones (75) 3221-9744 ou 3221-9766 ou da página do Cuca na internet www.uefs.br/cuca.

AUTORIA: ASCOM-UEFS



PANORAMA 2014

MAC comemora o dia do fotografo com exposições e muito mais.

Publicado em: 14/08/2014 - 10:08:27

    Em comemoração ao dia Mundial da Fotografia, o Mac Feira realiza desde 2007, a exposição coletiva Panorama. A mostra fotográfica deste ano, contará com a participação de vários artistas feirenses que se expressam através da linguagem fotográfica, dentre eles, José Arcanjo, Juraci Dórea, Maristela Ribeiro, George Lima, Mateus Oliveira, Heloisa França, Rafael Moreira, Marcelo Vinícius, Maiara Angels, Hortência Sant´Ana, Pedro Henrique.
    Dando prosseguimento a data comemorativa, nos dias que seguem a abertura do evento, ocorrerá também à exibição de um documentário sobre o polêmico fotógrafo checo Jan Saudek (26/08 às 19:30h)  e oficina sobre os elementos da linguagem fotográfica (28/08 às 19:30h), ministrada por Edson Machado.
    A abertura da Panorama 2014 ocorrerá as 20h do dia 21 de agosto no Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (Mac Feira), que fica localizado à Rua Geminiano Costa, n° 255, no centro de Feira de Santana.
 
 

AUTORIA: MAC-Feira



ARTES INTEGRADAS MARCAM A ABERTURA DO ENCONTRO DIA DA MULHER NEGRA DE FEIRA DE SANTANA.

As próximas etapas do Encontro acontecem nos dias 08 e 09 de agosto também no CUCA

Publicado em: 04/08/2014 - 16:08:23

    Em clima de confraternização, harmonia e festividade foi aberta a sexta edição do Encontro Dia da Mulher Negra de Feira de Santana, na noite de 1º de agosto no Foyer do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), onde aconteceu exposição fotográfica, lançamento de livro, e apresentações de música e dança.  O evento contou com um público diversificado entre espectadores, imprensa, agentes culturais, artistas entre outros.
    Os trabalhos foram abertos com a apresentação musical da cantora Chandra Santana que entoou canções emblemáticas, dentre elas “Marina” do cantor e compositor Gilberto Gil.
    Em seguida foi a vez do escritor Valter Passos falar um pouco do livro em lançamento intitulado ‘Perfume de Melanina’. Simultaneamente ao livro também está um DVD de mesmo título que segundo o escr
itor foi gravado com poemas por várias pessoas em diversas partes do país, o qual, o público também pôde adquirir.  Sobre o livro o escritor completou: “Eu escrevi esse livro em homenagem às ‘mulheres pretas’, porque é um livro que fala da melanina. Melanina é isso que está no nosso corpo: pele, cabelos, olhos, coração, intestino, pulmão, fígado e está na nossa alma. Melanina é doce. Doce como são as ‘mulheres pretas,’” elucidou Passos.
    Segundo o fotografo Marcus Socco que assina a exposição ‘Linda e Preta’ a ideia da produção fotográfica era uma coisa inconsciente. Ele diz que tinha arquivado muitas fotos de mulheres neg
ras tiradas em variadas situações do cotidiano, e quando decidiu organizar os registros adotando conceito, vertente e linha estética batizou de “Linda e Preta” por conta de uma canção de mesmo nome do compositor soteropolitano Jarbas Bittencourt. “Primeiro lugar eu quero fotografar isso a vida toda, enquanto eu gostar de fotografar, quero produzir conteúdo de imagem de mulher negra... Eu faço isso por uma necessidade minha e também por uma questão de posicionamento político, dentro desse aspecto da estética, a gente vê que existem outros padrões e outras pessoas tão bonitas como as convencionadas pela estética geral,” finalizou Socco.  https://www.youtube.com/watch?v=0stwkRP11Wo 
    A apresentação de dança ficou por conta da professora de dança e bailarina Carmen Silva, que dançou a música ‘É D’Oxum’ entoada em voz e violão, interpretada nessa oportunidade pela cantora Chandra Santana e cantada em coro junto com o público presente do inicio ao fim, o que marcou um momento emocionante.
    A abertu
ra do Dia da Mulher Negra contou ainda com as apresentações musicais de Gorete Figueredo, Gilsam, Dionorina e Paula Sanfer, que deram uma amostra do que vai acontecer nos datas do Encontro quando estarão no palco no Teatro do CUCA.
    As próximas etapas do Encontro acontecem nos dias 08 e 09 de agosto também no CUCA. Para o dia 08 de agosto, a partir das 08 horas, estão previstas as palestras: Saúde da Mulher com Ellen Alcântara Oliveira, A Mulher Negra na Política com Olívia Santana, A Mulher Negra na Arte com a atriz Lene Costa, Religião gênero e raça com Elizete Silva. Como também terá relatos de experiências com Vilma Soares e Lucidalva Assis, E ainda amostra de turbantes com Flávia Sacramento e amostra de penteados com Neide, Noélia e Tânia. 
     Para a noite de 08 de agosto, a partir das 19h30m, as apresentações musicais dos cantores: Gilsam, Rios Vibration, Beto Maravilha, Kleber Batata, Gil Salmo 40, Nilton Rasta e percussão, Tonho Dionorina, Jorge de Angélica, Jardeu (da Banda Folha Verde), e da cantora Chandra Santana. Como também a apresentação de dança da professora de dança e bailarina Sidinha Damasceno.
    No dia 09 de agosto a partir das 19h30m acontecerá a solenidade de encerramento que contempla um Show da cantora Paula Samper, intitulado “Trazendo o ID”.

 

AUTORIA: Fotos: Emerson Azevedo. Fonte: Pautart – Assessoria de Comunicação & Entretenimento.



VI ENCONTRO DA MULHER NEGRA DE FEIRA DE SANTANA, MARCA O MÊS DE AGOSTO NA BAHIA.

“Mulheres Negras Afro Caribenhas” será o tema este ano.

Publicado em: 01/08/2014 - 11:08:10

    Acontece o VI Encontro do Dia da Mulher Negra de Feira de Santana, reunindo: exposições fotográficas, palestras, lançamento de livro, amostra de turbantes e penteados e apresentações musicais e de dança, este ano trazendo o tema “Mulheres Negras Afro Caribenhas”. Os encontros estão marcados para os dias 01, 08 e 09 de agosto de 2014, no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), e terão entrada franca. A iniciativa é liderada e idealizada pela bailarina, professora de dança e ativista cultural Carmem Silva, a qual conta com a organização que fica a cargo do Grupo Olhares Negros de Feira de Santana como também apoio de empresas e entidades sensíveis ao movimento.
    Para o dia 01 de agosto, a partir das 19h30m, está reservada a solenidade de abertura, como também o lançamento do livro “Perfume de Melanina” do escritor Walter Passos, e a exposição “Linda e Preta” do fotografo Marcus Socco.
    Para o dia 08 de agosto, a partir das 08 horas, estão previstas as palestras: Saúde da Mulher com Ellen Alcântara Oliveira, A Mulher Negra na Política com Olívia Santana, A Mulher Negra na Arte com a atriz Lene Costa, Religião gênero e raça com Elizete Silva. Como também terá relatos de experiências com Vilma Soares e Lucidalva Assis, E ainda amostra de turbantes com Flávia Sacramento e amostra de penteados com Neide, Noélia e Tânia. 
    Para a noite de 08 de agosto, a partir das 19h30m, as apresentações musicais dos cantores: Gilsam, Rios Vibration, Beto Maravilha, Kleber Batata, Gil Salmo 40, Nilton Rasta e percussão, Tonho Dionorina, Jorge de Angélica, Jardeu (da Banda Folha Verde), e da cantora Chandra Santana. Como também a apresentação de dança da professora de dança e bailarina Sidinha Damasceno.
    No dia 09 de agosto a partir das 19h30m acontecerá a solenidade de encerramento que contempla um Show da cantora Paula Samper, intitulado “Trazendo o ID”.
    O Encontro visa manter viva a busca pela valorização e manutenção do espaço da Mulher Negra na sociedade de Feira de Santana, tanto quanto nas sociedades baiana e brasileira, visto que tem-se na Bahia a maior população de etnia negra do Brasil.
    Serviço:
    O que: VI Encontro da Mulher Negra de Feira de Santana.
    Datas: 01, 08 e 09 de Agosto de 2014.
    Local: Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA.
    Quanto: Entrada Franca.

 

AUTORIA: Fonte: Pautart – Assessoria de Comunicação, Entretenimento e Cultura.



Mais Notícias

    A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), por meio do Centro Univers...

    Em comemoração ao dia Mundial da Fotografia, o Mac Feira realiza...

    Em clima de confraternização, harmonia e festividade foi aberta ...

    Acontece o VI Encontro do Dia da Mulher Negra de Feira de Santana, reunindo: e...

    Criado em 1967, pelo empresário Assis Chateaubriand, o Museu Regional d...

    No próximo dia 30 de julho, às 9 h, no auditório da Assoc...

    Nesta Sexta (11) e sábado (12), acontecerá a abertura do projeto...

    O arraial do rock, evento que acontece em várias cidades brasileiras se...

    Um grupo de 17 crianças da creche escola Primeiros Passos, esteve em vi...

    Som perfeitamente ajustado, músicos ensaiados, afiados e bem entrosados...


Página 1 de 5

 

Apoio Cultural:


New Page 1

 

© 2009-2013 Viva Feira - Todos os direitos reservados